BeTheNext em LIVE exclusiva com a galera da ENZIMA. Confira!

BeTheNext em LIVE exclusiva com a galera da ENZIMA. Confira!

No dia de 4 de junho, a BeTheNext participou de uma LIVE muito especial com o pessoal da Enzima no Canal da Pluri. O evento intitulado Enzima Startup Show contou com a participação de Munir Dargham, Euler Victor e Fernando Ferreira – todos do Grupo Pluri – e Felipe Bueno – CEO e fundador da BeTheNext.  A Enzima é a aceleradora do Grupo Pluri, especializada em Startups de Esportes e entretenimento.

Fonte: Canal Pluri no Youtube

Fonte: Canal Pluri no Youtube

 

A LIVE teve como ponto de partida a apresentação da Enzima e da Startup BeTheNext. O conceito da BeTheNext surgiu a partir da experiência do seu sócio fundador, Felipe Bueno. Um ex-atleta de voleibol que em 2004 teve que abandonar o sonho de se tornar um atleta profissional pelos motivos comuns enfrentados por jovens atletas, mas principalmente, por não ter tido a oportunidade de ser descoberto, mesmo tendo todas as competências e habilidades de um promissor atleta.

Foram mais de 15 anos pensando em uma maneira de poder ajudar atletas à não terem esse mesmo destino. Nessa caminhada, Felipe conheceu Benjamin e Eduardo, dois grandes profissionais das áreas financeira e TI, também amantes de esportes, que enxergaram no conceito da BeTheNext uma maneira democrática de inovar no mercado esportivo.

Felipe iniciou então a abordagem de questões mercadológicas em si e o planejamento para a BeTheNext sair do papel. A transição da categoria de base para a “possível” profissional é marcada por um turbilhão de dúvidas, julgamentos, cobranças familiares e muitas mudanças… às vezes dói, mas… é parte inevitável do processo de crescimento no esporte. Pesquisas recentes indicam que o índice de promissores atletas com idade entre 10 e 20 anos que desistem do sonho de se tornar um profissional, pode chegar até 96%.

Divulgação oficial da LIVE

Divulgação oficial da LIVE

Eis que então surge a BeTheNext. O nome da Startup vem justamente da crença do fundador de que todo atleta deve ter a mesma oportunidade de ser descoberto no mundo dos esportes e que a tecnologia deve ser uma aliada nesse processo.

BeTheNext é responsável por criar e gerir uma vitrine de atletas, com o objetivo de que clubes, entidades, técnicos, empresários, entre outros consigam ter acesso ao cadastro que é feito no APP, com modalidades, idade, posição, categorias e outras informações esportivas e pessoais dos esportistas.

Contando sobre todo o processo da estrutura da empresa, Felipe explica que gosta de ter contato direto com todos os atletas e, principalmente, com os novos membros, para conseguir transmitir os objetivos e propósito da BeTheNext. Felipe conta também, que já esteve em contato com 3.000 atletas e dezenas de clubes nesse tempo de operação.

Hoje a plataforma conta com mais de 2.000 cadastros de atletas de 35 modalidades diferentes. O cadastro está disponível para cerca de 160 modalidades considerando os esportes olímpicos, paraolímpicos e demais modalidades.

Fernando Ferreira pergunta a Felipe sobre a jornada do atleta na plataforma. Felipe então explica que o APP está disponível no Google Play e na Apple Store, mas que os atletas também conseguem iniciar seu cadastro no site bethenext.co. O cadastro é gratuito e ao criar o perfil, é necessário que o atleta e demais níveis de usuários preencham uma série de informações relevantes. Profissionais do Esporte como nutricionistas, coach, preparador físico entre outros, também têm seu espaço no APP.

Euler pergunta sobre o público-alvo da plataforma, Felipe diz que a estratégia atual é na ampliação da base de atletas, tentando expandir ao máximo a rede com o canal de conteúdos relevantes e outras maneiras, para atrair cada vez mais o público do meio esportivo.

Falando sobre as ferramentas da plataforma, Felipe explica sobre os dados estatísticos, onde a maioria dos atletas não preenchem na hora de fazer o cadastro por falta de conhecimento. “É uma cultura brasileira em não se preocupar muito com certos aspectos quando se fala em estatística, precisamos mudar isso como já ocorre no exterior”, complementa Felipe.

Ao falar sobre o momento delicado que estamos vivendo nesse período de pandemia e quarentena, o CEO da BeTheNext reforça a importância de que todos abram suas mentes para compreender como a tecnologia pode transformar a vidas dos atletas, de clubes e demais entidades.

Falando em transformação, Felipe informou em primeira mão o próximo passo da Startup, que se refere à liberação do Módulo de Peneiras Online. Esse assunto deu o que falar, uma vez que todos concordaram que o processo de peneira tradicional é, além de “secular”, uma avaliação “tosca”. A plataforma disponibiliza aos clubes e demais entidades um sistema inovador, onde podem ser acessados os dados pessoais, esportivos e educacionais dos atletas, vídeos demonstrando as habilidades individuais, jogadas, etc, onde então os olheiros ou agentes podem analisar com calma, tempo e mais assertividade. Em um período X de tempo, determinado pelos clubes, a peneira acontece de forma online, para que então possam escolher quantos atletas acharem conveniente para uma segunda etapa, então presencial. O sistema possibilita ainda selecionar qualidades técnicas desejadas, filtros estatísticos etc. Desta forma, olheiros de todo o Brasil podem estar literalmente “de olho” em uma quantidade infinita de atletas, sem a necessidade de se locomover e gastar recursos dos clubes. Isso em poucos cliques, apenas usando a plataforma.

Ainda sobre o processo das peneiras, a discussão rendeu. Felipe falou sobre essa pré-avaliação, que é a mais importante no processo. A satisfação dos clubes que já utilizaram a peneira online em sua versão de testes, é altíssima. A BeTheNext está em contato com clubes para explicar sobre todo o processo e realmente acredita-se que seja o futuro do esporte no que se refere à recrutamento, seleção e contratação de atletas. Felipe reforça que acredita ser apenas uma questão de tempo para que isso seja mais valorizado e reconhecido como uma ferramenta poderosa na mão das entidades esportivas.

A LIVE então abordou o projeto Embaixadores da BeTheNext. Grandes nomes do esporte que acreditaram no projeto e estão “endossando” essa tecnologia. Eles vêm ajudando à divulgar a plataforma, que certamente está atrelada ao futuro do esporte. Dois destes embaixadores estão iniciando o processo de internacionalização da startup, que será de extrema importância para o futuro próximo.

Felipe comenta sobre o déficit de atletas hoje no Brasil. Os principais fatores para o impressionante percentual de desistentes, como frisado no início da LIVE, são:

1- deficiências na estrutura física e saúde financeira de clubes e entidades como federações, associações, etc.;

2- falta de apoio dos pais, familiares ou substitutos, que na grande maioria das vezes “jogam contra” o sonho do atleta;

3- dificuldades em serem vistos, achados ou descobertos, considerando a característica geográfica do país.

Destaca-se então o terceiro principal motivo. É onde a BeTheNext chega, para mudar e revolucionar o mercado esportivo.

Ao entrar no assunto educação + esporte, todos reforçam a importância desta equação. Foi então que surgiu inclusive uma ideia nova para o APP, com a inclusão de mais campos para preenchimento no critério educacional.  A relação esportes e estudo necessita andar juntos, até porque esse está sendo um ponto principal na diferenciação de atletas, por exemplo: europeus e brasileiros. Necessitamos urgentemente anexar isso a nossa cultura. Felipe acredita que o Brasil pode vir a melhorar em relação a isso, porém, vai demorar. Mas um dia chegamos lá!

Chegando ao final da LIVE, Felipe citou o crescimento orgânico de 20% de usuários atletas nos últimos 2 meses, muito devido à necessidade dos atletas estarem “em maior evidência” no momento atual. A ideia é aumentar esse percentual cada vez mais, chegando na casa de 100 mil atletas até o final do ano.

Sobre os desafios que a plataforma enfrenta, Felipe diz que há uma desconfiança do mercado atrelada ao modelo de negócio. Dentre as estratégias da startup, estão a disponibilização de mais serviços para clubes e demais entidades, além da monetização do APP para que os investimentos possam ocorrer de forma mais sustentável. Fernando encerra elogiando a plataforma, bem como, a ideia com propósito que a BeTheNext defende. Ele acredita que a startup tem um futuro brilhante e exponencial no mercado e sugere resiliência para continuarmos lutando.

Concluímos a LIVE frisando a nossa missão, que é  de “Conectar atletas à entidades, garantindo mais oportunidades, para que se tornem esportistas mais perseverantes e competitivos.” Ter um perfil na plataforma torna-se nos dias de hoje inevitável a qualquer atleta de qualquer categoria, gênero, modalidade e status social, mas também para clubes e demais entidades que precisam acompanhar esse movimento tecnológico no mercado.

Obrigado Fernando e todo o pessoal da Enzima! O Time BeTheNext agradece muito a atenção e confiança em nosso projeto!

Para assistir a live completa, basta clicar no link: https://youtu.be/scLO9YTw5Xk

___

Via: Assessoria de Imprensa BeTheNext e Canal da PLURI no Youtube.