A Evolução da Cultura Esportiva

A Evolução da Cultura Esportiva

Você sabia que as práticas esportivas têm mais de três mil anos? Os esportes na sociedade mudaram na forma e na tecnologia. Até mesmo os significados atribuídos a eles evoluíram ao longo do tempo. Porém, para saber onde estamos agora é fundamental voltar à história para descobrir suas raízes. Como eram os esportes há milhares de anos? De que forma ele evoluiu? O que parecia normal antes que soaria maluco hoje? 
Se liga nessa matéria TOP onde exploraremos um esporte específico que existia muito antes que a sociedade inventasse o basquete, o futebol americano ou o beisebol. Um jogo que acontecia desde pequenas quadras encontradas em pequenas aldeias mexicanas até enormes quadras em Chichen-Itza. O jogo de bola mesoamericano.

___
| O jogo de bola Mesoamericano
O jogo de bola mesoamericano – também conhecido como Pitz em maia, Pok-ta-Pok em inglês e Juego de Pelota em espanhol – existe desde cerca de 1650 A.C. Isso mesmo…
O território da antiga Mesoamérica cobria a maior parte do México, Honduras, Guatemala, Belize e El Salvador. A descoberta de mais de duas mil quadras nessas regiões mostra o quão popular e influente o esporte foi para as culturas antigas. Diferentes áreas tinham diferentes versões de esportes com regras e costumes diferentes, mas o jogo era geralmente o mesmo. As culturas mesoamericanas jogaram o Juego de Pelota com uma bola de borracha chamada ulama para marcar pontos em um ‘arco’ em uma quadra formada por paredes e endzones.
As equipes acumulam pontos ao passar a bola através dos anéis na parede ou marcando os marcadores na zona final da equipe oposta. Os atletas não podiam usar as mãos, mas controlavam a bola acertando-a com os braços, quadris e coxas.

Juego de Pelota com uma bola de borracha chamada ulama para marcar pontos em um 'arco' em uma quadra formada por paredes e endzones.

___
| Mais do que um jogo
Os astecas consideravam Pok-ta-Pok mais do que apenas um jogo, pois tinha muitos níveis de significados;
  • Recreacional: praticado pela maioria dos meninos adolescentes;
  • Entretenimento público: onde espectadores entusiasmados apostam ativamente nos resultados;
  • Ritual de gladiadores: onde matavam cativos em jogos de bola manipulados na forma de sacrifício;
Por falta de evidências, não está claro se eles executaram a equipe perdida, o capitão perdedor ou a tripulação vitoriosa. Alternativamente, a literatura maia sugere que eles percebiam as quadras de bola como entradas para o submundo: “Lugares sagrados onde o homem e Deus se encontraram.” Wow… sinistro não?
Embora eles não executassem todos os atletas que jogassem Pok-ta-Pok , a religiosidade do jogo freqüentemente incentivava a violência e, frequentemente, as pessoas queriam ver sangue. Durante a conquista espanhola dos astecas entre 1519-1521, o jogo de bola mesoamericano foi um choque para os conquistadores. Eles nunca viram nada parecido antes. Os conquistadores admiraram a habilidade dos atletas Pitz. Eles ficaram particularmente entusiasmados com a bola de borracha (um material desconhecido para eles) devido à sua capacidade de quicar mais do que qualquer outro material que conheciam.
___
| A evolução do jogo de bola
A incorporação da bola de borracha transformou significativamente os jogos com bola e os esportes europeus.
Você pode pensar no desenvolvimento do jogo de bola mesoamericano de maneira muito parecida com a evolução dos jogos de arena na antiguidade romana, onde a violência era mais celebrada do que restrita.
No entanto, a diferença entre as lutas de gladiadores no Coliseu e Pitz é que os maias e astecas viam a corte como um centro religioso. O Coliseu era um local para puro entretenimento. Os conquistadores espanhóis acabaram por eliminar o jogo da Mesoamérica devido à sua conexão com a religiosidade. No entanto, o jogo pré-hispânico continua sendo um excelente estudo de caso da sociedade e dos esportes modernos.
___
| ‘Normal’ é uma ilusão?
O que antes era normal (isto é, sacrifícios, sangue, religiosidade) seria considerado uma loucura hoje.
Os esportes modernos levam a segurança muito a sério.
Embora não sacrifiquemos equipes esportivas por perder os jogos nos dias de hoje, é fascinante pensar sobre o que parece “normal” para nós agora, mas pode parecer loucura no futuro. Considere o boxe ou o rúgbi, por exemplo; a violência nesses esportes é evidente. Mas dizemos a nós mesmos que é ‘normal’! No entanto, a recorrência da violência nesses esportes deve nos levar a considerar se há uma guerra ritualizada inerente ou um entretenimento simples e direto. Aprender sobre o jogo de bola mesoamericano, a história e a evolução do esporte deve nos ajudar a entender mais sobre a cultura esportiva e seu papel na sociedade.
___
E aí? Curtiu? BeTheNext é muito mais do que uma plataforma de descoberta de talentos. É uma ferramenta de conteúdo relevante ao seu dispor para contribuir com seu conhecimento rumo à direção desejada no esporte! Fique ligado no app para saber mais curiosidades como essas. SportsFan BetheNext vai para o ar 1 vez por semana. Abraços!
Gui
TEAM BeTheNext
Assessoria de Imprensa
___
Via: Assessoria de Imprensa BeTheNext
Matéria de: Ronen Ainbinder | Sports-Tech Biz Mag
Fonte: https://sportstechbiz.substack.com/p/the-evolution-of-sports?utm_campaign=post&utm_medium=email&utm_source=copy
Tradução: Assessoria de Imprensa BeTheNext | Google