18.08 | Dia do Triatlo

18.08 | Dia do Triatlo

Por Felipe Bueno | BeTheNext | em 18 de agosto 2021.
4 minutos de leitura.

 

O dia do Triatlo, ou Triathlon, é celebrado no Brasil hoje, 18 de agosto. Mate suas curiosidades sobre essa modalidade praticada por homens e mulheres de ferro. Conteúdo esportivo relevante, é aqui, na BeTheNext.

 

Triathlon é a junção de três modalidades olímpicas, natação, ciclismo e corrida. Não existe um intervalo entre elas, o que exige muita resistência dos mais de 1 milhão de praticantes no mundo. Este número vai de atletas profissionais com foco em medalhas e amadores, que buscam a boa forma física ou simplesmente como lazer.

A história do Triathlon surgiu através de um princípio grego nas Olimpíadas da Era Antiga, em 708 A.C.. Tal princípio foi baseado na filosofia do argonauta grego Jasão: que constituiu a junção de cinco modalidades em uma única prova. Foi criado então o pentathlon, modalidade esportiva que combinava arremesso de disco, arremesso de martelo, corrida, salto em distância e luta.

Toda essa junção tinha o propósito de beneficiar Peleu, um atleta grego que nunca conseguia ganhar prova alguma. Diante da ajuda de outros especialistas na criação da nova modalidade, Peleu certamente teria mais chances de conquistar a coroa de louros (uma espécie de medalha de ouro na época).

Porém cinco não são três. Mas o número não importa nesse momento e, sim, o nascimento do princípio. Em Lemmos, cidade da Grécia, surgiu o conceito de que mesmo não sendo o melhor em único combate, o valor do atleta poderia ser reconhecido ao final da soma das performances em várias provas. Isso era a ilustração esportiva do provérbio: “Ganhar a batalha não é ganhar a guerra”.

Em 1884, na Inglaterra, criou-se o decathlon. Uma prova que tinha três corridastrês saltostrês lançamentos e a marcha atlética. Doze anos mais tarde, surgem novamente os Jogos Olímpicos, desta vez em Atenas. E na terceira edição dos Jogos Olímpicos da Era Moderna, o mundo conheceu o campeão de decathlon, que vinha substituir o pentathlon.

Longe do olimpismo, e ainda mais longe de Lemmos ou do Havaí (onde surge o Iron Man) e em plena Belle Époque, em 1902, no inicio do século XX, na França, o jornal Lê Nouvelle Illustrées registrou o surgimento de mais uma prova. Com corrida, ciclismo e canoagem, foi apelidada de Os Três Esportes. A tradição de novo esporte continuou até entre as guerras, porém, sofrendo modificações. A natação foi aos poucos incorporada no lugar da canoagem, mas sempre com distâncias bem menores que as atuais. A prova iniciava-se por 3 ou 4 quilômetros de corrida, depois 12 quilômetros de ciclismo e, por último, uma travessia a nado em um pequeno rio. Os Três Esportes mudaram de nome nos anos 40, exatamente em 1945, ainda na França, para La Course dês Lebroullards.

De acordo com a Confederação Brasileira de Triathlon (CBTri), história do Triathlon teve início em San Diego – EUA no ano de 1974, num clube de atletismo que, ao dar férias para seus atletas, passava uma planilha de treinamentos que constava principalmente de exercícios de natação e ciclismo para que os atletas descansassem um pouco dos treinos e competições de atletismo. Ao voltarem das férias, os treinadores faziam um teste com seus atletas, para saberem se eles tinham cumprido a planilha de treinamento.

Estes atletas teriam que nadar 500 metros na piscina do clube, pedalar 12 quilômetros em um condomínio fechado existente ao lado do clube e finalmente corriam 5 quilômetros na pista de atletismo. Os atletas gostaram tanto da brincadeira que pediram para os treinadores repetirem a dose nas férias seguintes. Porém, convidando os salvas vidas de San Diego – EUA para um desafio. A brincadeira contou com 55 participantes e os atletas levaram nítida vantagem. Para as férias seguintes, 1976, os salva vidas propuseram algumas modificações: natação no mar e com aproximadamente 700 metros, ciclismo na avenida da praia e arredores com 15 quilômetros de distância e uma corrida de cross country de 4,5 quilômetros. Nesta brincadeira participaram 95 pessoas. Estas pessoas gostaram tanto da disputa, que no mesmo ano repetiram por mais 3 vezes a brincadeira. Assim se forma a história do Triathlon, que passou por várias modificações até a forma olímpica atual, idealizada em 1982 visando ser esporte de demonstração nas Olimpíadas de Los Angeles (1984). Mas, por motivos políticos teve que aguardar mais 16 longos anos para fazer sua estreia olímpica.

Hoje, o triathlon é praticado por mais de um milhão de pessoas. As bases do triathlon são os milhares de atletas amadores que praticam este esporte no intuito de superarem seus limites físicos, manterem a forma ou até mesmo como lazer.

 

Se liga no formato da prova:

Natação: Primeira etapa onde todos os atletas largam juntos. A prova tem 1,5 km de nado no mar com seu trajeto determinado por boias.

Ciclismo: Após a natação, o competidor dirige-se ao espaço das bicicletas, coloca seu capacete e começa a pedalar os 40 km demarcados na rua.

Corrida: Nesta última prova são 10 km de percurso. Não é permitido estar com óculos ou touca de natação, além ser obrigatório o uso de um calçado.

 

Durante o percurso o triatleta pode sofrer punições caso ofereça perigo ao adversário, através dos cartões:

Amarelo: Advertência.

Vermelho: Desclassificação.

 

Distâncias Oficiais:

Sprint, também conhecida como Short
750 m de natação / 20 km de ciclismo / 5 km de corrida.

Olímpica, também chamada de Standard
1.5 km de natação / 40 km de ciclismo / 10 km de corrida.

Longa distância, segundo a ITU pode ser o dobro ou até o triplo da distância standard
3 km de natação / 80 km de ciclismo / 20 km de corrida ou
4,5 km de natação / 120 km de ciclismo / 30 km de corrida

Mixed Relay
300m de natação / 8 km de ciclismo / 2 km de corrida

Meio-Ironman, também conhecido como 70.3
1.9 km de natação / 90 km de ciclismo / 21 km de corrida.

 

E o Triatlo no Brasil?

A partir da década de 80 observou-se no mundo inteiro grande interesse pelo triathlon. Porém, as distâncias utilizadas no percurso do Iron Man causavam limitações. Para que se obtivesse a massificação e a possibilidade de novos atletas na modalidade, grandes patrocinadores tiveram a necessidade de alterar e diminuir os percursos, e foi aí que surgiram eventos como Short Triathlon, Cross Triathlon, entre outros. A primeira aparição do esporte no Brasil se deu em 1982, onde o Jornal do Brasil, com colaboração das marcas de produtos Lê Coq Sportif e Arena, organizaram uma prova de triathlon que mais parecia uma “gincana”. As distâncias eram poucas e as ordens das modalidades na etapa já eram no padrão atual. Nadavam-se 950 metros, pedalavam-se 15 quilômetros e depois corriam 7,5 quilômetros. Não havia taxa e nem inscrição para participar do evento. Bastava que o interessado chegasse e largasse junto com os demais. Nessa prova, a imprensa deu destaque aos nomes consagrados de meio esportivo de outras modalidades. Eram eles nadadores, corredores, remadores e juízes de futebol. Tudo porque não existiam triatletas.

No inicio de 1984, o esporte começou a se expandir para outras localidades do país. Florianópolis, onde acontece atualmente o Iron Man Brasil (seletiva para o Havaí) e Santos, que hoje é responsável pelo circuito Troféu Brasil e pelo Triathlon Internacional. Esta última teve no dia 30 de junho daquele ano teve sua primeira competição da modalidade, patrocinada pelo Banco Econômico. As distâncias foram de 1 quilômetro de natação, 45 quilômetros de ciclismo e 10,5 quilômetros de corrida e teve como vencedor o atleta Roger de Moraes.

Aqui no Brasil, já se começava a falar no futuro olímpico do esporte. Porém, muitas etapas deveriam ser cumpridas: campeonato mundial, uma federação internacional, uma confederação nacional com federações estaduais e a massificação da modalidade que ora aconteceria por meio de provas. A expansão para outras regiões não bastou, porque a popularização do esporte só aconteceria em 1986, com a criação do Short Triathlon, quando Gustavo Garzon foi campeão.

Em 1988, o esporte era uma novidade em outra região do país: a Bahia. Contudo, já nascia no estado brasileiro como Campeonato Estadual, com 2 etapas. Em 1989, Salvador foi sede da primeira seletiva capaz de qualificar triatletas que formariam a equipe brasileira que participaria do Campeonato Mundial. Foram seis homens: Armando Barcellos, Leandro Macedo, Marcus Ornelas, Roberto Deleage, Carlos Dolabella e Gustavo Garzon. E três mulheres: Liare Beretta, Fernanda Keller e Rebeca Werneck.

 

E aí, Curtiu? Somos muito mais do que uma plataforma de descoberta de talentos. Trazemos conteúdo relevante para você que ama esporte! Fique ligado no app para saber mais curiosidades como essas!

 

___

Crédito imagem destaque: Maridav / Shutterstock.com
Fontes:
.https://souesportista.decathlon.com.br/conheca-a-historia-do-triathlon/
.http://www.cbtri.org.br/Triathlon.asp
.http://www.brasil2016.gov.br/pt-br/olimpiadas/modalidades/triatlo
.https://cbtri.org.br/triathlon/