03.08 | Dia da Capoeira

03.08 | Dia da Capoeira

Por Felipe Bueno | BeTheNext | em 03 de agosto 2021.

 

A capoeira é, ao mesmo tempo; um esporte, uma luta e uma arte. Mas você sabia que durante muito tempo a capoeira foi proibida no Brasil?

Se liga nessa matéria para aprender mais sobre o movimento da capoeira e sua importância para o fortalecimento da identidade e resistência do povo negro brasileiro.

Origem

A capoeira é uma expressão cultural brasileira que engloba arte marcial, dança, cultura e música, mas antes de ser uma arte, a capoeira simboliza a luta e resistência dos povos africanos e afrodescendentes que foram escravizados no Brasil no período Colonial (1500-1815).

Nessa época, o povo africano que era sequestrado de seus países e comunidades eram levados ao Brasil para trabalhar nos engenhos de cana-de-açúcar, nas fazendas de café, nas roças ou nas casas dos senhores. Para se defender das violências na maioria das vezes aplicadas pelos capitães do mato e feitores, essa população começou a desenvolver um estilo de luta, a capoeira.

Como eram proibidos de praticar qualquer tipo de arte marcial ou de possuírem armas, os negros escravizados utilizaram o seu próprio corpo como arma e desenvolveram a criação de golpes e de movimentos de defesa. Para não levantarem suspeitas, foi adaptado aos movimentos de luta cantos da África para que, dessa maneira, ela poderia ser percebida como uma dança. Além disso, acredita-se que a prática da capoeira tinha como objetivo esquecer os horrores da escravidão e manter tradições africanas.

Acredita-se que o nome capoeira deriva do termo tupi kapu’era que significa “o que foi da mata” por meio da conexão dos termos ka’a (“mata”) e pûer (“que foi”). O que alude às áreas de mata rasa do interior do Brasil, onde era feita a agricultura indígena e muitas vezes utilizadas pelos escravizados para treinar a luta.

No final do século XIX, era crescente o número de fugas de escravizados e o império inevitavelmente teve que reconhecer o fim da escravidão. Em 1888, foi assinado a Lei Áurea que abolia a escravatura do País, porém os homens, agora livres, foram jogados a margem da sociedade e não receberam nenhuma reparação. Assim, sem acesso à educação e ao trabalho digno, os capoeiristas começaram a participar de desafio, e apresentações públicas em troca de algum dinheiro, além de também se tornarem guarda costas, capangas e assassinos de aluguel. Não demorou para que a prática da capoeira se tornasse novamente mal-vista, tendo sido proibida no Brasil. Ela foi oficialmente considerada crime no ano de 1890 pelo código penal do Brasil:

 

“Art. 402. Fazer nas ruas e praças públicas exercício de agilidade e destreza corporal conhecida pela denominação Capoeiragem: andar em carreiras, com armas ou instrumentos capazes de produzir lesão corporal, provocando tumulto ou desordens, ameaçando pessoa certa ou incerta, ou incutindo temor de algum mal;”.

 

Qualquer cidadão que fosse pego praticando a capoeira era torturado pela guarda policial, e em consequência dessa proibição os capoeiristas começaram a praticar a luta em locais afastados. Onde geralmente uma pessoa ficava de sentinela para avisar caso fossem avistados. Somente em 1940 a capoeira não foi mais considerada crime.

 

A capoeira hoje

Desde 1985, comemora-se oficialmente no país o dia da capoeira e do capoeirista. Em 2014, a capoeira foi finalmente declarada patrimônio imaterial da humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO). Tornou-se um aspecto cultural, presente em dezenas de países e em todos os continentes. Então, existem hoje, diversos tipos de capoeiras cada uma com características específicas entre si. Independente da sua diversidade hoje, a capoeira é símbolo de uma luta, a luta da resistência do povo negro e que precisa ser valorizada e lembrada como parte de nós, parte da identidade brasileira.

 

A capoeira como esporte

Trata-se de um tipo de luta com características de defesa pessoal, conhecida por seus movimentos corporais bem ágeis. Nesse esporte, os praticantes exercitam bastante os pés e a cabeça.

Um importante atributo da capoeira para as outras artes marciais consiste na sua musicalidade. Além de aprender a lutar e jogar, os participantes tocam instrumentos de origem afro-brasileira como o atabaque,berimbau e o agogô, além de cantar as músicas típicas. Para ser um capoeirista completo, o praticante deve lutar de acordo com a musicalidade da luta.

A capoeira além de ser um exercício que desenvolve a coordenação motora, como outros esportes, melhora o aumento da frequência cardíaca, o desenvolvimento muscular, a queima de gordura, assim como a flexibilidade e a resistência física.

 

Tipos
Existem vários estilos de capoeira, mas as três principais são:

Capoeira Angola: modalidade mais antiga. Consiste em mais golpes próximos ao solo, possui ritmo musical mais lento e durante a roda os praticantes não batem palmas.
Capoeira Regional: criada pelo famoso mestre Bimba, possui um ritmo musical mais rápido e seco, além de movimentos mais suaves. Enquanto alguns integrantes jogam capoeira, os outros participantes ficam em pé batendo palmas.
Capoeira Contemporânea: é uma prática mais recente, surgiu na década de 70. Reúne algumas características da Capoeira Angola e Regional. A finalidade dessa categoria é realizar movimentos mais rápidos e mais enérgicos.

 

Principais Golpes

Armada: chute realizado com a parte externa do pé, no qual o corpo dá um giro de 360 graus por trás.

: popularmente conhecido como “estrela”, é um movimento utilizado para esquivar-se contragolpes de rasteira.

Meia-lua: chute com a canela, no qual o corpo dá um giro de 360 graus por trás.

Benção: é um chute realizado de frente no qual o capoeirista atinge o rival com a sola do pé.

Cabeçada: como o próprio nome induz, é um golpe executado com a cabeça contra o oponente de forma que o desequilibre.

Ginga: é considerado um dos principais movimentos da capoeira. É um movimento seguido de colocar a mão direita para frente e a perna direita para trás (na diagonal), da mesma forma com o lado esquerdo do corpo. É importante estar em sincronia com o ritmo do berimbau.

Negativa: movimento no qual o capoeirista se esquiva, abaixando até que fique bem próximo do chão, com uma perna estendida e a outra flexionada para desviar do adversário.

Rabo de arraia: o jogador executa uma cambalhota no ar e golpeia o rival com os calcanhares.

Rasteira: um dos golpes mais comuns. É aplicado com o pé como se estivesse “varrendo” a perna de apoio do oponente para provocar o desequilibrá-lo.

Tesoura: envolve o rival com as pernas e movimenta elas em sentidos contrários para que derrube o rival.

Voo do morcego: o lutador salta e golpeia o adversário com os dois pés.

 

E aí, curtiu? Já pensou em ser X próximX ídolo da capoeira? Acredite em você! BE THE NEXT!!!

Conectamos você ao seu sonho no esporte! Baixe agora mesmo o app, faça seu cadastro e tenha muito mais oportunidades. É GRÁTIS!!!

Baixe na Google Play: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.bethenext

Baixe na App Store: https://itunes.apple.com/app/id1438791553

Ou faça o pré-cadastro pelo site: http://bethenext.co

 

Be discovered – Be Your Dream – BeTheNext

__

Fontes:
https://negre.com.br/3-de-agosto-dia-de-celebrar-a-capoeira-e-o-capoeirista/
https://www.educamaisbrasil.com.br/enem/educacao-fisica/capoeira
https://educacao.uol.com.br/disciplinas/cultura-brasileira/capoeira-origem.htm
– Assessoria de Imprensa BeTheNext.
Créditos imagem destaque: Wikipedia.